quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Reflexão sobre nada importante...

Quando você termina a faculdade e se forma você pensa “estou velho”...
Quando você tenta rever os amigos da escola e precisa arrumar uma brecha na agenda, você pensa “Estou velho”...
Quando você percebe que sair no meio da semana não é mais uma opção, você pensa “estou velho”...
Quando você pensa em viajar no fim de semana e vê que tem trabalho acumulado e não vai poder viajar, pensa “estou velho”...
Quando você recebe convite de casamentos EM SEU NOME, dos amigos da infância, você pensa “estou velho”...
Aí,vc também resolve casar!E tem quase certeza que está "ficando velho!"
E,nasce sua primeira filha!E vc adora porque está "ficando velho!"
E há uma crise séria em seu casamento e você se divorcia.E começa a ter uma vida de solteiro novamente.E pra todas aquelas coisas você arruma uma desculpa: - Terminei a faculdade novo...ainda tenho 30 e poucos anos... - Arrumar um horário é assim mesmo...todo mundo tem uma rotina hoje em dia... - Sair na semana é cansativo apenas e você já tem outras prioridades... - No outro fim de semana eu posso viajar...sempre tem um feriado prolongado... - As pessoas casam mais novas hoje em dia mesmo...é uma opção de cada um... - Gravidez na adolescência não é mais novidade... Mas você só percebe que está REALMENTE velho quando você arrumou na agenda um horário pra almoçar com seus amigos do segundo grau, e na mesa ao lado sentam um grupo de alunos com a farda do seu colégio, e eles comem sanduíches com refrigerante e batata frita. Você olha pro seu prato e vê que não há nenhuma fritura, maionese ou ketchup...Sua bebida foi vinho e nesse momento você está tomando um café... Ai você pensa “eles são o que eu fui, e eu me tornei as pessoas que eu olhava de longe...”. É como disse minha amiga nesse momento em que constatamos que estávamos velhos “Bem que o uniforme deles poderia ser de outra escola...”.

18 comentários:

Quase Trinta disse...

Pensando assim ainda não estou velha, viajo nos finais de semana, SP - RJ pra mim é um pulinho , RJ- Petrópolis então nem se fala, de olhinho fechado chego lá... meus pratos ainda tem frituras, ainda como algodão doce, me divirto em parques de diversões, adoro pipocas. Não me casei, não tenho filhos. Não sei o que é divorcio.
Meus pais ainda pegam no meu pé me cobrando horários.
Só sinto o peso da idade qd meus pacientes me chamam de tia ou qd eu na maior da inocência chamo alguém de tio e a pessoa me olha com cara de assustada...rs

Ou seja moço, teimo em crescer

beijocas

Quase Trinta disse...

Ah.... e tb fico com cara de boba qd mesmo tendo 7 anos de formada os pacientes perguntam cade a doutotra vc é muito novinha, deve ser a estagiaria....rs

Lilian Devlin disse...

Paulo querido,
É assim mesmo. Mas vamos trocar o "velho" por "experiente" porque assim fica menos deprê,né? rs Porque a gente não tá "velho" não.É que muitas coisas já não têm a mesma graça porque não é mais novidade.E nos cabe descobrir novos desafios, novas etapas e caminhos a trilhar.
Esse seu post me lembrou meu pai, que caiu na maior depressão quando soube que eu estava namorando, justamente por estar se sentindo "velho" já que ele tinha uma filha com "idade para namorar"... Pode?
E fica pensando nisso não.Estamos aí, cheios de vida e prontos para muita coisa ainda!
Bjs!

* O Cantinho da Lia * disse...

Pois é...
Me casei pela 1ªm vez com 17 anos e me divorciei com 18...Me casei de novo com 21 e me divorciei novamente com 27...
Agora tenho 29 e dois filhinhos...
Isso é experiência hein??
Será que já to ficando velha ??

Não saio durante a semana...só nos finais de semana. Tbém não como fritura e nem tomo refrigerantes...Td in natura...

Beijinhos...ótimo texto.

Lu Olhosde Mar disse...

pensei q fosse só eu q pensasse assim...

:(

Dedinhos Nervosos disse...

Odeio encontrar estudantes do Marista rsrs

Aninha disse...

Encontrar alunos com uniformes que já usamos ,realmente dá uma certa nostalgia...mas,não me sinto velha por isso.....rs E creio que vc não passa de "um moço velho".
Adorei o texto

Sucesso

BRUNO LEONARDO disse...

Fala,velho

Eu faço 28 em dezembro e já ando me sentindo um matusalém...tantas histórias para contar..rs

abraço

angel red disse...

Bom,
Vira e mexe me sinto "vivida", velha não. Na festa de ex alunos da escola de 2º grau, bate mó saudade e ver um monte de gente com filho, marido é estranho. No início da facul era uma empolgação saia de segunda a sexta, virava o fds td e trabalhava amarradona, agora fico em casa me matando de estudar e nem aos fds saio se bobear. Isso é sintoma de velhice? rsrsrs
Ainda não casei, não tenho filhos talvez por isso não me sinta velha. rsrs Mas espero chegar na velhice bem lúcida e feliz. A solução para não ficar velho é morrer cedo e isso não quero.
Bom fds.
Bjoks

Celamar Maione disse...

Pois é....não é tão importante assim, vai ?!
Quando eu vejo adolescentes uniformizados penso que já passei por tudo aquilo e aproveitei muito.
É apenas uma fase da vida.
E a vida é feita de fases...
Procuro aproveitar todas.
Abração e desculpe a invasão.

Lê... disse...

Oiê.Sabe, a unica coisa que me incomoda na idade é a perda daquela ingenuidade gostosa que a vida de adulto nos rouba!...ah claro,tem tbm aquilo de rugas,cabelos brancos,etc etc.rsss
Mas procuro conservar o brincar...e sigo brincando com a vida!rs

Bom fds,bjo

Vanna disse...

rsrsrs
Querido, não penso muito na questão, o q às vezes m incomoda é q deveria ter dado mais atenção a questão do dinheiro, pq a medida q o tempo passa, viver fica mais caro. Quando se é jovem, o prazer é menos selecionado e não custa muito.
Curta a vida, goste dela, faça o q t dá prazer mesmo q não seja o q todos fazem pq isso é amadurecer. rs
Bjs, lindo fim d semana.

Nunca é tarde para ser feliz! disse...

rsrsrsr... falar de tempo pode ser realmente doloroso!!! rsrsrsr... Porém é inevitável!!! Portanto, penso que o melhor é viver de forma tão completa, que esse tempo apenas nos acrecente! Gosto de pensar que os melhores vinhos são aqueles que já foram feitos há muitos anos atrás... rsrsrs... Bjs

Danielle~Vampiria~ disse...

Aiii ><
Eu estou ficando velha...com 16 anos.
Ou isso é apenas o que acontece na sua explicação :p

Bjos :*
Adorei o post :D

Vênus disse...

Nem vem..eu sou quase da sua idade e continuo comendo batata frita e tomando refri!!
E quem é velho aqui??
Vc quer o quê?Elogios?Vc é um gato,Winter!Deve ser disputadíssimo!!!

bjs

Paula disse...

Humm, não diria velho, mas sim mais experiente... Ah, eu ainda prefiro o vinho à batata-frita! isso nem é experiência, é evolução da espécie! Hahahahahahahahahhaha

beijos

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Legal o texto, rapaz!

A melhor época é quase sempre a que nos sentimos bem. Quase aqui foi apenas em razão das lembranças. Algumas delas, sabe-se lá por que, teimam em nos levar para o que ainda tentávamos ser...

Passar dos 20 foi mole. Passar dos 30, audacioso. E agora, José?!

Agora, eu vivo!

...

BRUNO LEONARDO disse...

Claro que vc está velho e esse post também..
Levanta e posta!